The Walking Dead – 7ª Temporada Episódio 5 – Go Getters (Resenha)

Devido a uma mudança na minha vida pessoal, os posts sobre The Walking Dead não sairão mais na Segunda (como deveriam haha), o de domingo passado por exemplo, só consegui postar hoje hehe, mas aos poucos eu vou ajustando o melhor dia para mim.

Além disso, espero conseguir liberar alguns posts sobre assuntos diferentes, haha… tá punk a situação!

Confira os posts dos outros episódios!

Episódio 1 – The Day Will Come When You Won’t Be
Episódio 2 – The Well
Episódio 3 – The Cell
Episódio 4 – Service

—- ATENÇÃO: ESSE POST PODE CONTER SPOILERS* —-

*Spoilers: revelações do enredo de obras como filmes e livros.

Vamos à sinopse de Go Getters (retirada do IMDB):

Maggie e Sasha se recuperam de suas dores em Hilltop. Enquanto isso, Carl e Enid partem em direção à comunidade, quando Simon e os Salvadores chegam para recolher as contribuições de Hilltop.

A vontade que eu tenho é de parar com esses posts… porque a situação de The Walking Dead está difícil. Após o primeiro episódio, a expectativa foi lá em cima, porém até agora, dos outros 4 episódios já apresentados, apenas algumas cenas se salvam. #Decepção

Mas, vamos lá… eu me desafiei a fazer um post para cada episódio e é isso que eu vou fazer. Talvez eu mude um pouco o layout do post… mas “eu sou Brasileira e não desisto” nunca haha.

Go Getters fez o que eu achava que nenhum episódio fosse fazer: ocupou o posto de pior episódio da temporada.

Nesse episódio, reencontramos Maggie e Sasha, que partiram para Hilltop após as mortes de Abraham e Glenn. Reencontramos também Jesus e Gregory, que é o Rick de Hilltop e alívio cômico da temporada.

Só de ver a Maggie, percebemos que ela está muito melhor do que estava quando deixou seu grupo, aparentemente pelo menos. No entanto, Dr. Carson, médico da comunidade, a informa que mesmo que ela esteja bem, sua placenta sofreu uma pequena separação do útero, condição conhecida como Descolamento Prematuro da Placenta, e a aconselha a ficar em Hilltop até seu bebê nascer.

Vamos combinar que pela cara da Maggie no primeiro episódio, parecia que sua placenta tinha sofrido uma TERRÍVEL SEPARAÇÃO do útero… mas Dr. Carson falou como se fosse apenas uma gripe…

Maggie no primeiro episódio da 7ª temporada
Maggie no primeiro episódio da 7ª temporada Fonte: Looper

Saindo do consultório, Maggie encontra Sasha e pergunta à ela onde os corpos de Abraham e Glenn foram enterrados. Sasha leva Maggie até as sepulturas, onde entrega à Maggie um relógio que estava no bolso de Glenn. Maggie coloca o relógio na sepultura de Glenn, para marcar que ali se encontra o corpo de seu marido.

Sasha assume o papel de protetora de Maggie. Para mim é como se ela estivesse emulando a personalidade de Abraham. Claro que ela não está copiando o sargento, no caso ele serviu de exemplo para ela durante todo o tempo em que esteve ao lado de Sasha.

Ela por si só, já enfrentou desafios enormes, porém, Abraham teve um importante papel na vida dela.

Sasha diz à Maggie que elas devem ficar em Hilltop, porém Gregory, líder da comunidade, não aceita a ideia, umas vez que Maggie garantiu que seu grupo iria acabar com os Salvadores e não cumpriram a promessa.

Fonte: IMDB
Fonte: IMDB

Jesus até tenta intervir por elas, porém Gregory diz que se eles aceitarem as duas ali e os Salvadores descobrirem, a comunidade poderá sofrer represálias porque os Salvadores irão pensar que eles são aliados do grupo de Alexandria.

Em nenhum momento Jesus tenta de desfazer delas, muito pelo contrario, ele mostra ser uma pessoa muito confiável, leal, e amiga. Por um momento, até pensei que ele estivesse querendo coisinhas com uma delas… acho que isso não vai acontecer… pelo menos nessa temporada… afinal de contas, ninguém pode substituir Abraham ou Glenn nesse sentido.

Durante a noite, o povo de Hilltop recebe um presente dos Salvadores. Ele abriram os portões e colocaram um carro tocando uma música BEM alta, de forma que os zumbis se dirigissem diretamente para dentro da comunidade. Mesmo tendo sido expulsas dali, Sasha e Maggie tomam a frente e em poucos minutos a comunidade está a salvo.

No outro dia, elas vão até Gregory, na esperança de que ele dê a elas o merecido crédito e a aprovação em relação à permanência delas em Hilltop, porém, bem quando estão “negociando”, os Salvadores chegam e Jesus esconde as duas em um armário.

Então, Simon, que lidera o grupo de Salvadores, entra na casa de Gregory e pede para conversar com ele em particular.

Os dois entram no escritório de Gregory e imediatamente Simon elogia a pintura que ele possui. Simon diz à Gregory que foram eles que soltaram os zumbis ali, como forma de lembrar ao povo de Hilltop qual é a real ameaça e que os Salvadores são responsáveis por fornecer a segurança da comunidade.

Simon revela que muitos Salvadores morreram e Gregory finge que não sabia. Então Simon diz que ele será o novo ponto de contato com a comunidade.

Quando Simon pergunta se Gregory tem alguma coisa para falar para ele, Gregory diz que sim e o leva até o armário onde Jesus escondeu Maggie e Sasha, porém ao abrir o armário, eles se deparam com caixas de bebida. Gregory percebe que Jesus escondeu as duas em outro armário e a gente vê o luto da perda de sua bebida favorita estampada no rosto do líder de Hilltop.

Essa cena foi impagável haha!

Simon e os Salvadores vão embora, levando metade de tudo que existe em Hilltop, incluindo o quadro e as bebidas de Gregory, que a essa hora está bufando de tanta raiva.

Eu até compreendo as intenções dele, afinal de contas ele está nessa posição há muito tempo, tendo que prover pela comunidade e para Negan. Esse tipo de vida, graças a Deus não tenho como imaginar, mas devo admitir que penso “antes elas do que eu”. É a verdadeira luta pela sobrevivência.

Todo mundo pode dizer o que quiser, mas é óbvio que se vivessem em uma realidade onde tudo é escasso, na primeira oportunidade de comer/beber/ter o que a gente passa meses desejando, todo mundo iria aproveitar.

“Ah, claro que não… imagina só… unicórnios e fadas… blá blá blá”

Claro que sim… imagina só você com aquela vontade de comer uma Nuttela há 10 meses… até que encontra um lugar com  um pote fechado… vai dizer que você não iria fazer de tudo para comer aquele pote todo SOZINHO?

Infelizmente, ainda somos muito apegados às coisas materiais e que nos trazem conforto, mesmo que por pouco tempo. E a mesma coisa acontece em The Walking Dead.

Depois que Simon e os Salvadores saem de Hilltop, Sasha vai até Jesus e pede que ele descubra onde Negan mora, mas que não conte à Maggie. Pelo visto ela planeja fazer uma visita cordial ao vilão. Todos tem motivos para quererem matar Negan, mas para mim a Maggie tem mais. Não apenas motivos, mas sede de vingança e quero muito que seja ela que acabe com ele.

Além disso, Rick e alguns membros de Alexandria saem em busca de suprimentos para entregar para Negan na próxima “colheita” e ele diz à Carl que ele deve cuidar de Judith enquanto eles não retornarem. Carl… eu acho que posso dizer que odeio ele mais do que odiava a Lori… Ate sinto um pouco de falta dela hahaha. Seria interessante ver essa personagem de volta, ainda mais na situação em que eles se encontram.

Imagino Negan mantendo ela refém e Rick tendo que fazer de tudo para salvá-la… mas The Walking Dead não é uma adaptação de um livro do Nicholas Sparks hahaha.

Carl faz um pouco de birra mas aceita a tarefa. No entanto, ele vê Enid tentando pular o muro de Alexandria e vai até ela para conversar… Obviamente Enid está chateada por ele prendido ela, mas ao mesmo tempo grata por ela não ter assistido a morte dos amigos.

Mesmo após ele tentar convencê-la a ficar, ela decide ir… e o que o Carl faz? VAI ATRÁS…

Daí vemos uma cena DESNECESSÁRIA em todos os níveis. Os dois conversam, brigam, fazem as pazes, andam de ROLLER, dão as mãos e se beijam! OK.. ok… Carl e Enid perderam o BV, mas, WHAT THE ACTUAL FUCK?

the-walking-dead-t07e05-carl-e-enid
Fonte: The Walking Dead

Lembra que eu disse que TWD não é uma adaptação de um livro de romance? POIS ENTÃO… Sem comentários… mas que isso foi decepcionante, ah foi…

Quando finalmente os dois chegam em Hilltop, eles vêem os Salvadores carregando os caminhões e então Enid percebe o que Carl realmente queria… ele queria uma oportunidade de ir até Negan, porque ele acredita ser capaz de matar o vilão. Cara… se ele for a pessoa responsável de matar o Negan no final… eu deixo de assistir a série… O guri é ridículo…

Os dois se despedem e Enid vai para Hilltop, enquanto Carl entra de fininho num dos caminhões.

Enid reencontra Maggie e Sasha e as três jantam juntas. Maggie entrega à Enid o relógio que era de Glenn e diz para ela que ela não precisa de nada para lembrar dele, já que ela é o suficiente.

Essa frase quem diz é Jesus e foi de uma leveza incrível. Se pararmos para pensar, é a mais pura verdade. No final das contas, as pessoas nos marcam de uma forma tão linda que basta olharmos para “dentro” para lembrarmos delas… (isso já é assunto para outro post).

Na finaleira, vemos Jesus entrando num caminhão dos Salvadores… (lembram que Sasha pede que ele descubra onde mora Negan? É por isso) e encontra com Carl…

Agora é aguardar para ver o que vai sair dessa mistura…

Ponto Alto do Episódio

Quero deixar claro que esse foi o episódio que eu menos gostei até agora. Porém, teve uma cena que eu gostei bastante.

Foi a cena em que Maggie pergunta à Jesus porque eles queimam os corpos dos mortos. Ele responde dizendo que é porque a idéia é seguir em frente. Por mais que possa parecer algo frio, faz todo o sentido e é um conselho para a vida.

Ninguém esquece quem se vai, ainda mais quando é alguém muito próximo da gente, mas eles se foram e quem ficou? A gente. Temos que seguir em frente sempre… e não é isso que vai fazer com que a gente esqueça eles ou que signifique que a gente não os ama.

Então, ela pergunta para ele, o que eles tem para lembrar deles? – no sentido de algo físico. Jesus então diz que eles têm a eles mesmos.

A gente acaba achando que precisamos de algo para que consigamos lembrar de quem se foi, quando muitas vezes tudo o que precisamos é fechar os olhos.

Não posso deixar de comentar da atuação fenomenal dos atores que interpretam Simon e Gregory. A cena deles foi excelente. Trouxe dois elementos que muitos acham que não funcionam juntos, mas que eu acho que quase sempre SÓ funcionam juntos haha: tensão e humor. Afinal de contas, não sei você mas eu sempre fico nervosa quando to com medo e acabo rindo ou falando besteira haha.

the-walking-dead-t07e05-simon-e-gregory
Fonte: Undead Walking

O que esperar do próximo episódio?

O próximo episódio se chama “Swear” e segundo o IMDB, vai mostrar onde Tara e Heath estão. A promo ainda mostra Carol e Morgan, Negan e os Salvadores, e Rick e seu grupo buscando suprimentos.
Eu já nem sei o que esperar, mas pela promo abaixo acho que melhor que o da semana passada vai ser haha.

<iframe width=”560″ height=”515″ src=”https://www.youtube.com/embed/ll_RRVjDJH4″ frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>

E você, o que achou do quinto episódio de The Walking Dead?

Beijos, Ezi

Compartilhe!