The Walking Dead – The Day Will Come When You Won’t Be (Resenha)

Se o episódio “Last Day on Earth”, último da sexta temporada de The Walking Dead, foi um tanto decepcionante, o primeiro da sétima temporada foi ÉPICO!

Antes de contar o que aconteceu, caso você não lembre bem do final da sexta temporada, sugiro que leia esse post, onde conto os principais acontecimentos do episódio.

Mas… se você lembra perfeitamente do que aconteceu, continue lendo este post! 🙂

Aliás, agora é um bom momento para parar de ler o post, caso você ainda não tenha visto e não queira spoilers… porque aqui neste blog (quase) SEMPRE vai ter spoilers!

—- ATENÇÃO: ESSE POST CONTÉM SPOILERS* —-

*Spoilers: revelações do enredo de obras como filmes e livros.

Vamos à sinopse (IMDB):

Após serem brutalmente dominados por Negan e sua gangue de Salvadores, Rick e seu grupo estão impotentes após sofrerem uma terrível perda, que deixa todos traumatizados.

Agora sim… vamos ao que interessa!

Se o último episódio da 6ª temporada deixou a desejar, o primeiro da 7ª destruiu com tudo!

O inicio do episódio nos leva de volta ao final do ultimo episódio da 6ª temporada. Negan já fez sua vítima, mas ainda não sabemos quem é.

Então, vimos Rick com sangue no rosto dizendo ao vilão que irá matá-lo.

Rick: “I am gonna kill you” (Eu vou matar você)

Negan: “What? I didn’t quite catch that. You’re gonna have to speak up” (O que? Eu não consegui entender. Você vai ter que falar mais alto)

Rick: “Not today, not tomorrow, but I’m gonna kill you” (Não hoje, nem amanhã, mas eu vou te matar)

Negan:Jesus…

rick-e-negan-the-walking-dead

Então, Negan leva Rick para dar um passeio.

Esse momento é muito importante, pois é ali que Negan começa a estabelecer total controle sobre Rick e seu grupo, muito embora Rick ainda pense o contrário. Consegue-se perceber que ele tenta encontrar uma saída, porém sabemos que não existe.

Negan então joga o machado de Rick para fora do trailer e faz Rick buscar. Nesse momento, Rick fica perdido em meio as terríveis lembranças da noite anterior e a flashbacks dos personagens.

A primeira personagem na mira de Lucille é Sasha, depois Eugene, Aaron, Abraham, Maggie, Daryl, Michonne e Carl…

Então é como se desse um estalo e Rick “acordasse”, percebendo que está rodeado de zumbis. Ele corre, acha o machado e sobe a escadinha externa do trailer. Aí, ele vê um zumbi enforcado e eu sinto como se ele desejasse que aquele fosse ele… pelo menos não teria que passar pelo sofrimento que está passando. Lembrando sempre que quem sofre são os que ficam e não os que se vão.

Porém ele sabe que os zumbis são o menor de todos seus problemas. Ele precisa permanecer vivo e respirando.

Após entrar em colapso, as lembranças de Rick nos levam aos acontecimentos da noite anterior (final do último episódio da sexta temporada).

A Decisão

the-walking-dead-and-negan

Negan deixa claro que embora esse não seja seu desejo (aham Cláudia, senta lá!), ele se vê obrigado a matar alguém do grupo, já que Rick matou muitos de seus homens.
Então, após o que parece uma eternidade, ele termina seu uni-duni-tê e chega até Abraham.

Nesse instante parece que uma chave vira dentro da gente e percebemos que isso realmente vai acontecer… não importa o que a gente fale, chore, grite… a decisão foi tomada.

É impressionante como Abraham estava calmo e como aceitou a sua morte com dignidade, honrando assim seus amigos. A câmera foca nele e dá para perceber que ele sabe o significado que sua morte terá em cada um do grupo de Rick, principalmente em Sasha.

Abraham não se encolhe… ele estufa o peito como se tivesse provocando Negan, e sabendo que Sasha está ali assistindo a cena de camarote, ele faz um sinal com a mão. Este sinal pode ser visto em outros episódios e era algo apenas dos dois.

abraham

“Anybody moves, anybody says anything, cut the boy’s other eye out and feed it to his father and then we’ll start. You can breathe, you can blink, you can cry… Hell, you’re all gonna be doing that”.

Então, Negan dá uma put* marretada na cabeça dele, que ainda assim demonstra uma incrível resiliência, levanta e fala para Negan ir catar coquinhos (ok ok foi algo bem mais obsceno, mas esse é um blog de família!)

Negan então admira a bravura dele, porém segue marreteando a cabeça dele… a cena foi IMPRESSIONANTE!

Os produtores da série nos deram um show… até então vimos muitos zumbis, muito sangue, muita morte, mas nesse episódio eles levaram tudo isso a um outro nível!

Eu adoraria ser psicóloga nesse momento, para tentar compreender o que deve se passar na cabeça de Negan, porque normal ele NÃO É!

Ainda se o episódio tivesse terminado nesse momento… teríamos todos ido dormir com o estômago embrulhado e certamente iríamos falar sobre no dia seguinte. Porém, nesse momento apenas 15 minutos de episódio haviam se passado.

Obviamente, eu já estava desesperada para que acabasse e ao mesmo tempo curiosa… o que mais estaria no pacote?

Se eu estivesse no lugar de qualquer um dos personagens assistindo a morte de meu amigo, eu acho que iria pelo menos vomitar… mas possivelmente iria desmaiar!

O cara simplesmente não parava de bater… a essa altura, não tinha mais cabeça no chão… era miolos pra todo o lado…

Sem falar que era uma marretada e uma piada… eu sou sarcástica, mas o Negan ganha disparado.

Aí… o que acontece?!

Daryl fica puto e dá um soco no Negan. Tudo bem… eu entendo… eu juro que entendo. Eu também fiquei com vontade de pegar a Lucille e descer o cacete no Negan… mas eu seria estupida a ponto de tentar? Claro que não.

De certo, o Daryl achou que nada iria acontecer com ele se ele batesse no Negan. Exato… nada iria acontecer COM ELE. Só que o Daryl não pensou no grupo como um todo… apenas nele mesmo, demonstrando, mais uma vez, o quão egoísta ele pode ser.

Claro que por alguns momentos eu fiquei em desespero, novamente, só de pensar que algo pudesse acontecer com o Daryl. Ele foi idiota, mas eu ainda o amo.

Aí Negan manda colocarem o Daryl de volta com os outros… e segue falando que eles precisam respeitá-lo… que é ele quem manda neles agora.

Pausa dramática…

Aposto que os produtores pensaram “depois de tantas críticas… vamos mostrar pra esse povo quem tem controle sobre os personagens…”, porque Negan diz “back to it” e marreteia ninguém mais, ninguém menos que Glenn.

GLENN Fucking RHEE!

glenn-rhee

Ok… quem lê os quadrinhos sabe que o personagem que morre nas mãos de Negan, na verdade é Glenn. Porém, após a morte de Abraham, ninguém imaginou que MAIS alguém iria pro saco. Por isso a morte do japa veio como um grande choque.

Eu não leio os quadrinhos… até comecei, porém estou muito no começo ainda…. Quem leu garante que a cena da série teve incrível semelhança à da HQ.

Como eu não sou boba nem nada, tive que tirar a prova:

glenn-hq-vs-tv

Meu, a coitada da Maggie não tem nem forças para gritar… a vida dela simplesmente acabou. Ela perdeu A FAMÍLIA DELA INTEIRA… e agora o amor da vida dela….

O Glenn coitado, nesse momento só consegue pensar nela e diz que vai encontrá-la.

Se a cena da morte de Abraham foi pesada… a cena da morte do Glenn foi DESTRUIDORA! Nesse momento, eu sentia uma dor física e psicológica TÃO forte… que eu só conseguia dizer que eu não estava me sentindo bem…porque eu realmente não estava!

Assim como foi com Abraham, Negan simplesmente NÃO parou de bater na cabeça do Glenn. Bateu, bateu, bateu até sobrar sopa de miolos…

E novamente… estamos ainda no minuto 20 de um episódio de 46 minutos! Ou seja, ainda tem 26 MALDITOS  minutos para a série acabar…

Aqui eu já esperava que mais alguma coisa fosse acontecer…

A morte de Glenn também faz parte das lembranças de Rick, que ainda se encontra em cima do trailer.

Negan, que está dentro do trailer, possui total controle sobre o Rick e para provar começa a atirar para cima e então Rick se vê obrigado a se jogar do trailer. Ele se pendura no zumbi enforcado e nesse momento o corpo do zumbi começa a se desprender da cabeça e Rick está prestes a cair em um mar de zumbis.

rick-se-jogando

Negan então simplesmente atira nos zumbis salvando assim a vida de Rick. Rick então imagina a morte do restante de seus amigos e sai disparado em busca do machado.

Em outra cena épica, vimos Rick usando o machado para matar os zumbis que ainda estão ao seu redor. É uma cena linda de se ver, pois temos certeza de que a essência de Rick continua lá.

Novamente Negan mostra quem manda e atira no restante dos zumbis e Rick volta para dentro do trailer.

Em diversos momentos, vemos close-ups do maldito machado. Eu já estava imaginando que alguma coisa iria acontecer relacionado a ele. Negan então limpa o sangue dos zumbis da lâmina do machado e o entrega de volta a Rick.

Os dois partem de volta para a “cena do crime”. Quando chegam, Negan direciona sua fala para Rick, e pergunta a ele se ele sabe o porque do passeio dos dois.

A partir daqui, Negan quer deixar claro como cristal para Rick que agora quem manda nele é ele, porém ele percebe que Rick, mesmo após a morte dos amigos, ainda não o respeita da maneira como ele deseja.

Negan ainda tem uma carta na manga. Ele pede que tragam Carl e que apontem uma arma para cada um do grupo de Rick.

Ele fala para Rick que se ele quer que seus amigos vivam, Rick terá que cortar o braço de Carl.

E aí começa o terror psicológico. Rick certamente não quer ter que cortar o braço de Carl, mas ao mesmo tempo não quer ser o responsável pela morte de todo seu grupo. Negan começa a ameaçá-lo.

Começa então uma contagem regressiva…

3…

Rick começa a quebrar… o desespero toma conta…

2…

A evolução do personagem toma conta e vemos um Rick amedrontado, desesperado…

1…

Rick pega o machado… Carl dá o sinal verde e quando Rick vai dar a machadadinha, Negan coloca a cereja do bolo:

“You answer to me. You provide to me. You belong to me, right? Speak when you’re spoken to! “

Nessa hora, acabou… aquele Rick da primeira temporada se foi… (pelo menos por enquanto) e o novo Rick, com medo e sem coragem, aparece.

No final, Negan leva Daryl como “prêmio” e deixa um carro para o grupo. Diz que irá voltar daqui uma semana para arrecadar o que quer que eles tenham conseguido.

Negan e sua gangue vão embora e vemos o que sobrou do grupo de Rick.

Tudo começou com uma simples ida ao médico por causa da saúde de Maggie e se transformou em um massacre.

Maggie então se levanta… e vai em direção ao que sobrou de Glenn. Ela é a única que possui sede de vingança e não medo.

Sasha, que também sofreu uma grande perda, se prontifica a ir com Maggie até Hilltop procurar ajuda.

E então como se não  bastasse, vem uma cena de um almoço com todos os personagens, incluindo Glenn e Abraham. Essa cena é linda e super necessária. Mostra o que poderia ter sido. O clássico “e se” que muitos de nós imaginam. Vemos também o filho de Maggie e Glenn já com uns 2 ou 3 anos além de Sasha com os cabelos soltos e grávida.

almoco-twd

Essa cena também me destruiu, afinal não tem como não imaginar um futuro que não tem nenhuma possibilidade de acontecer… fazemos isso diariamente… embora muitos tentem negar.

O que esperar dos próximos episódios?

O episódio para mim foi o MELHOR da série INTEIRA! E certamente elevou a minha expectativa para toda a temporada!

Eu acho que o próximo episódio terá bem menos sangue, mas o mesmo nível de força que este teve. Na promo do segundo episódio, chamado de “The Well”, Rick diz que ele não está mais no controle do grupo, mas sim Negan. Ao que parece ele realmente entregou a faixa.

Esqueça TUDO que você viu até agora em TWD… porque a partir da 7ª temporada o bicho vai pegar de verdade!!!

E então? O que você achou do primeiro episódio da sétima temporada de The Walking Dead?

O que você espera para o próximo?

Semana que vem estarei aqui para falar sobre o próximo episódio! 😉

Beijos,
Ezi

Compartilhe!